domingo, 19 de setembro de 2010

Coisas que não sei explicar




 Eu fico aqui no meu canto, lembrando do dia que eu te conheci, lembrei do seu sorriso que naquele momento estava tão longe de mim, e eu ficava imaginando eu e você, no lugar no qual ninguém pode interferir, onde eu posso pensar em você, em meus pensamentos.
  Como foi bom te ver, sentir os seus braços me abraçando, o seu cheiro tão perto de mim. Naquele momento se misturaram vários sentimentos: Alegria, Medo, Nervosismo, e uma vontade de ficar ali, ao seu lado e não sair, foram coisas que eu não consigo explicar.
  Ah como eu amo o jeito que você sorrir, um sorriso lindo. Amo o jeito que o vento bate em seu cabelo, fazendo você não parar de mexer nele. Amo o seu jeito de me tratar, brigando comigo, me fazendo rir com as suas besteiras.
 Eu não sei explicar certas coisas, como fui me apegar tão rápido a você, não sei como foi isso. Algo que não há explicação, o tempo parece parar quando estamos conversando, que a gente nem perceber que na verdade estar passando rápido. Eu me sinto tão bem, tão tranquila, me senti tão protegida ao seu lado. Espero que não seja fruta de imaginação da minha cabeça, espero que eu não esteja sendo iludida, porque, estou me sentindo muito feliz assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário